Cristã conta como preparou sua filha para a perseguição: “A Bíblia nos diz que acontecerá”

Ser encarcerado por sua fé é uma coisa. Mas o que aconteceria com seu filho se você fosse levado embora? Uma mãe cristã no Irã (país de posição 9 na Lista Mundial de perseguição religiosa da Portas Abertas) compartilhou como ela preparou a filha para o dia em que a perseguição chegasse às portas de sua casa.

“Eu sabia que o dia chegaria … o dia em que eles tocariam minha campainha e levariam a mim e meu marido para a prisão. Embora todos ao meu redor achassem que eu era dona de casa, eu estava, de fato, envolvida no ministério de tempo integral. As autoridades foram levadas a descobrir isso”, explicou a mulher.

Ela conta que começou a preparar sua filha para o difícil contexto em que vivem os cristãos no Irã desde bem cedo.

“Começamos a preparar nossa filha Lily* para perseguição quando ela ainda estava na escola primária: ‘Quando eles vierem e levarem papai e mamãe embora, não se preocupe’, dissemos a ela. ‘A Bíblia nos diz que isso acontecerá, que seremos perseguidos por acreditarmos em Jesus. Eles nos levarão para a prisão, nos farão perguntas e baterão em nós. Então nós voltaremos”, disse ela, se lembrando de suas palavras à filha.

O dia chegou

Para alguns pode parecer um tanto paranoica a decisão de falar sobre a perseguição ainda tão cedo com uma criança, mas o dia que aquela mãe descreveu para sua filha enfim chegou. Em uma manhã de inverno, as autoridades foram à casa dessa família. A pequena Lily tinha apenas 12 anos na época e já havia saído para a escola. Os oficiais vasculharam toda a casa e ordenaram que o casal fosse com eles.

“No caminho para a prisão, pensei em Lily e em como ela saberia o que fazer quando minha irmã a pegasse na escola e dissesse a ela o que aconteceu. A nossa Lily oraria por nós. E quando ela estivesse com medo, ela oraria ainda mais”, contou a mulher.

Na prisão, a mulher e seu marido foram separados. Eles podiam ligar para sua filha apenas quatro vezes por semana.

“Eu fui interrogada diariamente; logo eles encontraram meu ponto fraco. Minha garotinha”, contou a mãe. “Eu disse a eles tudo o que queriam saber sobre mim, mas me recusei a dar os nomes dos outros cristãos envolvidos em nosso ministério”.

“Tudo bem”, disseram os oficiais, “enquanto você não nos der os outros nomes, não poderá ligar para sua filha”.

Colocando a filha nas mãos de Deus

Mesmo com a condição imposta pelos oficiais, a cristã se negou a delatar os outros cristãos. Porém a situação a deixava com o coração apertado.

“Eu estava devastada. Eu não conseguia parar de chorar. Eu sabia que fiz a coisa certa, mas como eu poderia viver sem saber como minha filha estava? Como ela poderia ser consolada sem ouvir minha voz? Então, enquanto eu estava orando, de repente senti um vento quente acariciando minhas bochechas”, contou a mulher.

Ela explicou que logo após ouviu a voz de Deus lhe falar claramente: “Aceite”.

“Com cada suspiro que eu dei puxando aquele ar quente para dentro, senti meu corpo sendo preenchido com alegria. Na verdade, eu não conseguia mais me sentar. Eu tive que dançar de alegria e louvar a Deus. Isso durou a noite toda. Durante toda a noite, eu estava dançando para o Senhor, até a manhã seguinte Deus estava me dando a força para colocar minha amada filha em Suas mãos”, contou.

Não muito tempo depois, ela e seu marido foram libertados da prisão e se emocionaram ao reencontrar sua filha.

“Em lágrimas, vi o rosto da minha Lily novamente. Ela me disse que estava orando muito por nós. Passar esses momentos em oração e confiar no Senhor em tudo foi uma experiência completamente nova para ela”, contou a mãe.

Lily explicou que nunca cresceu mais em sua fé do que durante aquele tempo em que seus pais estiveram presos.

A mãe da garota explicou que após aquela experiência, comprovou que tomou a decisão certa ao preparar sua filha para momentos de angústia, mas também destacou a experiência grandiosa de entregar sua filha nas mãos de Deus.

“Eu preparei minha Lily para o que aconteceria quando fôssemos levados embora. E aprendi a colocar minha Lily nas mãos do Senhor e Ele cuidou dela de maneira milagrosa”, afirmou.

*Nome fictício, usado para preservar a segurança da família.

Fonte: Guiame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>