Mike Pence alerta formandos cristãos: “Estejam preparados para serem ridicularizados”

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, esteve na Liberty University para fazer um discurso de formatura. Ele fez um grande alerta aos estudantes cristãos que estão deixando a faculdade para entrar no mercado de trabalho.

“As vozes mais altas para a tolerância, têm pouca tolerância para as crenças cristãs tradicionais. Esteja preparado”, disse ele diante dos alunos de uma das maiores escolas cristãs do mundo.

Evangélico, Pence relatou os “duros ataques” que sua esposa, Karen, sofreu quando voltou a ensinar arte em uma escola.

“Por muito tempo foi fácil se considerar cristão, nunca ocorreu às pessoas que você poderia ser ridicularizado por defender os ensinamentos da Bíblia. Mas agora as coisas são diferentes”, declarou segundo o USA Today.

Fonte: Gospel Prime

Antes do nascimento já existem diferenças entre o cérebro masculino e feminino, comprova estudo

Existem diferenças significativas no modo como os cérebros masculinos e femininos funcionam durante a gravidez. O estudo científico “Diferenças sexuais na conectividade funcional durante o desenvolvimento do cérebro fetal” foi publicado no início deste mês pela Elsevier, maior editora de livros sobre medicina do mundo.

A pesquisa mostra o uso de tecnologia avançada de ressonância magnética (RM) em 118 fetos dentro do útero materno. Foram analisadas as conexões neurológicas entre diferentes áreas do cérebro, tanto para homens como para mulheres. Ficou constatado que há conexões entre partes do cérebro feminino quase inexistentes nos cérebros masculinos.

A conclusão dos pesquisadores é que “Este estudo demonstra pela primeira vez que o desenvolvimento da conectividade funcional do cérebro fetal varia com o sexo”. No entendimento deles, as redes cerebrais fetais constituem os “blocos de construção” para o desenvolvimento do cérebro durante o resto da vida do bebê.

Dr. Leonard Sax explica que mais essa comprovação de que há diferença na função cerebral num estágio de desenvolvimento em que o bebê não tenha sido exposto a nenhum tipo de influência social, é muito significativo.

“Acho que a importância desta pesquisa é que mostra que o cérebro de uma menina no útero é significativamente diferente do cérebro de um menino no útero, no mesmo estágio antes do nascimento”, asseverou Sax. Ele fez uma análise das conclusões do estudo para a revista Psychology Today.

“Em algumas partes do cérebro, as diferenças entre homens e mulheres foram realmente surpreendentes. O cérebro humano tem seu gênero antes do nascimento. Isso pode ser politicamente incorreto, mas é uma realidade empírica”, destacou.

Questionando a base da ideologia de gênero, que opera com teorias que consideram que “masculino” e “feminino” são construções meramente sociais, não uma realidade biológica.

Outra estudiosa a repercutir o estudo foi a Dra. Carol Hay, professora de filosofia na Universidade de Massachusetts-Lowell, crítica do uso de “gênero” e não mais de “sexo” por muitos cientistas.

“Acho que isso geralmente é motivado por uma agenda política particular, já que toda a ciência é motivada por uma agenda política particular”, resumiu. O fato de exames apontarem para essa diferença no pensamento já no útero corrobora com isso. “Essa afirmação de gênero é simplesmente como um ‘desempenho’ não é uma afirmação verdadeira. É uma afirmação falsa”, concluiu.

Fonte: Gospel Prime

Em ruptura com tradição brasileira e ONU, Bolsonaro irá a Muro das Lamentações com Netanyahu

JERUSALÉM — O Itamaraty confirmou neste sábado que o presidente Jair Bolsonaro irá visitar na segunda-feira o Muro das Lamentações, em Jerusalém, junto com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Diplomatas brasileiros destacaram que será a primeira visita de um chefe de Estado estrangeiro ao local mais sagrado do judaísmo junto com o premier israelense.

O gesto inédito está sendo orquestrado para ser o ponto alto da visita de quatro dias a Israel que Bolsonaro começa neste domingo, vista pelos dois lados como o “relançamento” das relações bilaterais, que atravessaram turbulências durante os governos do PT. Marca também uma guinada na política externa brasileira em relação ao conflito israelense-palestino em favor de Israel.

O Muro das Lamentações fica no setor leste de Jerusalém, parte do território ocupado por Israel desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Tradicionalmente, a diplomacia brasileira seguia a posição da ONU e da maioria dos países, de que o status final de Jerusalém, também reivindicado pelos palestinos como sua capital, deve ser resolvido por meio de negociações. Ao aceitar o convite israelense para acompanhar Netanyahu ao Muro das Lamentações, Bolsonaro indica um rompimento dessa postura em favor de Israel.

Nem Donald Trump, o maior aliado de Netanyahu, fez o mesmo: ao passar por Jerusalém em 2017, já como presidente dos EUA, preferiu ir ao Muro das Lamentações em visita privada, sem a companhia do primeiro-ministro israelense. A visita do presidente brasileiro à cidade velha de Jerusalém também incluirá sua presença na Igreja do Santo Sepulcro , considerado o local de sepultamento de Jesus Cristo.

Netanyahu receberá presidente em aeroporto

Netanyahu decidiu estar no aeroporto de Tel Aviv na manhã de domingo para receber Bolsonaro, o que está sendo visto por diplomatas brasileiros como uma deferência especial ao presidente. Segundo eles, em dez anos no poder, Netanyahu só fez o mesmo em quatro ocasiões: duas em chegadas de presidentes americanos, uma com o Papa Francisco e a outra com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.

Para a imprensa israelense, Netanyahu tem interesse em ampliar a importância da visita de Bolsonaro para colocar em evidência as boas relações que mantém com um grande país e rebater as críticas de seus opositores de que levou o país ao isolamento diplomático com sua política linha dura. Isso torna-se especialmente crucial para o primeiro-ministro num momento em que Israel se prepara para ir às urnas na eleição do próximo dia 9, em que o partido de Netanyahu aparece empatado nas pesquisas com a coalizão de centro Azul e Branco, liderada pelo ex-comandante do Exército Benny Gantz.

A importância dada à visita de Bolsonaro também fica clara no fato de que Netanyahu abriu espaço em sua agenda, em meio à reta final da acirrada campanha eleitoral israelense, para estar com o presidente brasileiro em seis eventos durante os quatro dias de visita. Entre eles, uma reunião com o gabinete israelense, um jantar na residência oficial e a participação num encontro empresarial Brasil-Israel. Serão assinados pelo menos cinco acordos de cooperação, o mais importante deles na área de tecnologias militares avançadas.

De acordo com o site de notícias israelenses Ynet, porém, a promessa de campanha de Bolsonaro de transferir a embaixada do Brasil de Tel Aviv para Israel, seguindo o exemplo dos EUA, não deverá ser cumprida, devido ao receio de que isso prejudique as exportações brasileiras para países árabes. A tendência, aposta o site, é que Bolsonaro anuncie não a mudança da embaixada, mas a abertura de um escritório de representação comercial brasileiro em Jerusalém, a exemplo do que fez a Hungria recentemente.

Fonte: O Globo

Bem vindo ao nosso site!

 SEJA BEM VINDO AO NOSSO SITE! PARTICIPE DE NOSSA CHAMADA MINISTERIAL!! DÚVIDAS,  ESCLARECIMENTOS DOUTRINÁRIOS, INFORMAÇÕES E SUGESTÕES ENTRE EM CONTATO CONOSCO  ATRAVÉS DO E-MAIL: quadrangularind@uol.com.br OU DOS TELEFONES: (35)3721-5627, (35)99832-3680 E TAMBÉM PELO TELEPAZ!: (35)3721-1568.

ADVERTÊNCIA!!! – SE ESTA OBRA É DE HOMENS, SE DESFARÁ, MAS, SE É DE DEUS, NÃO PODEREIS DESFAZÊ-LA, PARA QUE NÃO ACONTEÇA SERDES TAMBÉM ACHADOS COMBATENDO CONTRA DEUS(Atos 5:38-39).